segunda-feira, 15 de junho de 2015

"Pessoas com deficiência não são detalhes da natureza"

ISABEL CLEMENTE

31/05/2015 - 10h03 - Atualizado 31/05/2015 10h03

A jornalista Claudia Werneck, da Escola de Gente, lança um livro infantil em nove formatos, para ampliar um direito fundamental: comunicar e ser comunicado.

Em 1993, a jornalista Claudia Werneck lançou um livro-reportagem sobre Síndrome de Down e recebeu de volta 3.000 cartas de famílias desesperadas atrás de ajuda, algo que transformou profunda e definitivamente a percepção daquela mulher sobre a necessidade de se falar em inclusão. Hoje, o tema está em toda parte. Há leis sobre acessibilidade, conselhos, regras, mas o país continua discriminando, diz ela. "Pessoas com deficiência não são detalhes da natureza, mas parte intrínseca dessa natureza", afirma, em entrevista à Época, diante do florido jardim de sua casa, na Barra da Tijuca, no Rio. Claudia é fundadora da Escola de Gente, uma ONG que vem colecionando prêmios e reconhecimento internacionais ao se dedicar a transformar políticas públicas em políticas públicas inclusivas. Seu mais recente e inovador projeto é o livro infantil Sonhos do Dia, o primeiro do país publicado em nove formatos  permitindo sua leitura por todas as crianças.


Nenhum comentário:

Postar um comentário