sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Pai de três filhos com autismo conta como aprendeu a encarar a vida de forma otimista

(...)
Receber um diagnóstico de autismo para um filho não é fácil para nenhuma família. Além de ter nuances desconhecidas pela ciência, o transtorno exige dedicação intensa dos pais e um investimento extra para que a criança receba os tratamentos adequados. Imagine, então, receber essa notícia três vezes. Foi o que aconteceu com Pedro*, hoje com 34 anos. Seus três filhos, de dois casamentos, têm autismo. Conversamos com ele para saber o que sentiu após receber os diagnósticos e como é a rotina com as crianças. A certeza de que há perspectivas otimistas para os meninos faz com que Pedro continue buscando ajuda e dá uma injeção de ânimo em quem vive situação parecida.
Continua:
http://revistacrescer.globo.com/Familia/Rotina/noticia/2013/08/pai-de-tres-filhos-com-autismo-conta-como-aprendeu-encarar-vida-de-forma-otimista.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário