quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Apae quer implantar salas especiais para autistas - Araçatuba

http://www.folhadaregiao.com.br/Materia.php?id=322657
Monique Bueno +++---EncaminharErroImprimir


Quarta-Feira - 18/12/2013 - 09h45



 
Notícia visualizada 217 vezes


Valdivo Pereira/Folha da Região - 17/12/2013
               
A ortopedagoga belga Katrien Van Heurck deu curso de capacitação a educadoras da Apae


A Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Araçatuba pretende implantar, no próximo ano, quatro salas de aula específicas para atendimento aos autistas. A intenção é buscar o financiamento do serviço junto à Secretaria de Estado da Educação, por meio de convênio. "Vamos criar essas salas, cada uma com quatro autistas, para depois buscar ajuda financeira com o governo estadual", explicou a diretora da entidade, Rosemeire Pagan Fernandes.

Dentro desse processo de implantação, a entidade promoveu na última semana uma capacitação com todos os seus funcionários, com o objetivo de orientá-los no atendimento aos autistas. Atualmente, a Apae possui 16 crianças diagnosticadas com a doença. A ortopedagoga Katrien Van Heurck, nascida na Bélgica e especialista em autismo, foi responsável por ministrar o curso de 30 horas, intitulado "Um Olhar Diferente para o Autismo". A Apae abriu espaço para os funcionários da AMA (Associação de Amigos do Autista) de Araçatuba também participarem do evento. No total, 50 pessoas foram certificadas a trabalharem com autistas.

"Essa capacitação nos deu a oportunidade de abrir o olhar para os sinais do autismo e também lidar com eles. Nós temos 16 autistas na Apae, mas percebemos que outros meninos também possuem características", explicou a diretora, ao ressaltar que cada sala de aula contará com um professor e um cuidador para atender os alunos que não tiveram condições de serem incluídos na rede de ensino regular. "Serão apenas quatro autistas em cada sala para que assim possamos oferecer um melhor ensino."


Nenhum comentário:

Postar um comentário