quarta-feira, 13 de julho de 2011

Eu Mergulhei no oceano dos seus Mistérios! - Liê Ribeiro


Eu mergulhei
Sem saber nadar
No oceano
Dos seus mistérios
Debati-me
Para alcançar
A ilha deserta
De sua alma...
Afoguei-me
Em tolas buscas
Na matéria
As respostas
Que sempre
Estiveram
Dentro de você
Mas...
Quando todas
As marés
Quiseram
Jogar-me
Contras as rochas
Do destino
E a morte
Da esperança
Jazia dentro
Dessa sua mãe...
Eu respirei fundo
Deixei
Que a vida
Jogasse-nos
Lentamente
Na areia do saber
E flutuando
Nas nuvens
De um amor inconteste
Vi-nos
Em um espelho
De águas cristalinas
Navegando...
Houve a tal cura?
Mas não havia doença a curar
Havia somente um ser
Para amar
Havia um pequeno
Sol que pela fresta
De uma tarde fria
Fez nossos olhos se encontrarem!
 
Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista.
 
 


Um comentário:

  1. São para vocês meus poemas, talvez o amor pelo meu filho autista possa parecer poetico demais, mas a mãe é poetisa, o que fazer?
    Val, muito obrigada, por seu carinho...
    paz e luz
    Liê e Gabi autista

    ResponderExcluir